#Crônica: Os verões na vila

“Bom trabalho, Atlanta”, traduziu, em bom tom, o locutor da tevê ao fim daquelas férias escolares. Eu era muito criança, e deve ser por isso que não me lembro exatamente da cara das pessoas que apareciam na transmissão. Também mal me lembro de sentir frio – e olha que eu sou friorenta, mas era inverno Read More …

#Crônica: A tal intensidade

Dia desses, à noite, liguei para o Edson. Até achar o cartão de contatos dele no fundinho da minha gaveta, não lembrava que era assim que ele se chamava. O Edson é um taxista muito brother que trabalha nas redondezas de casa. Na maioria das vezes, o encontro assim, por acaso, quando deixo a preguiça Read More …